Skip to content

Cannes Lions

29 de Junho de 2013

Imagem

Só hoje terminei os Cannes Lions! E tu pensas “who fucking cares!?” Ora bem… devias ter vergonha na cara por três motivos:

  1. pensar em Inglês? És uma pita ou quê?
  2. por esta altura já devias ter noção da importância daquilo que estou a falar;
  3. na verdade não há terceiro, mas 3 era mais equilibrado… olha pensa no que fizeste… é isso… o terceiro ponto é para repensares as tuas atitudes;

Continuando…

Em suma, tendo a concordar com a maioria das atribuições.
E claro que valores são irrefutáveis!
Quando a INTEL + TOSHIBA te apresenta resultados cujos valores revelam um aumento de 360% após a campanha vais fazer o quê?

Exactamente isso que estás a pensar… resposta correcta é…
Vais chorar para casa porque nem nunca te passou pela cabeça que tal fosse possível! E sim… tal como tu, eu faria o mesmo!

360% … foi obra de comunicação estratégica, muita planificação, paciência e alguma loucura.

De notar em todos os vencedores:

  • Proximidade
    “haaaa eu sou o maior e estou num pedestal” não vende há muito, muito tempo; a oferta é imensa em quase tudo, ou fazes o cliente sentir ( sim… sentir! ) que aquele produto é para ele, ou ele vai encontrar, a outro lado, esse mesmo produto.
  • Comunicação Clara
    certo dia ouvi dizer que o cliente tem 60 anos…
    ERRADO. O cliente tem 6. Explica o teu produto clara e sucintamente. Se ele gostou vai querer saber mais.
    Espera… a não ser que estejas a vender coisas pequenas… aí podes ser chato e ganhar a venda por exaustão… mas esquece uma segunda venda ou qualquer continuidade.
  • Inovação
    em quantidade moderada; o público em geral tende a temer a mudança, mesmo que esta traga promessas de melhoria; o melhor é mesmo que ele nem note. Quando o design é realmente bom não força a sua presença, simplesmente faz parte; a inovação tem pressupor bases semelhantes para não ser rejeitada.
  • Liberdade
    todos eles passam sentido de liberdade! Pessoalmente, sei que só consigo estar no meu a-game criativo quando me sinto livre. Nessas alturas produzo muito mais e a minha mente é um constante fervilhar sobre o projecto em que estou, tanto que só paro em exaustão. Penso que a indústria se apercebeu que tem de fazer o cliente sentir-se livre … “a escolha está nas suas mãos” … é um jogo de percepção. Só assim, o cliente não tem perde personalidade ao adquirir o produto, que na verdade, o está a inserir automaticamente num determinado parâmetro social. Vá-se lá entender o nosso cérebro!

E fica aqui a lista dos Lions Vencedores

Divirtam-se e voltem sempre [ troque por um comentário de que incuta liberdade e personalidade vincada ao leitor ] uuuuiii, vou tentar… Portanto:

Se quiserem voltar, voltem… se não… é-me igual ao litro! Hasta!😉

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s